Justiça revoga prisão domiciliar de advogados presos na Operação Zagan

O juiz Dimis Costa Braga revogou a prisão domiciliar concedida aos advogados presos na Operação Zagan, desencadeada na semana pela Policia Federal nos Estados do Acre, Rondônia, Mato Grosso e São Paulo.

Anteriormente, como não havia cela adequada como manda a Lei, o juiz Herculano Nacif concedeu permissão para que os advogados cumprissem prisão temporária em casa, ou, no caso dos três acreanos presos sob vigilância em Porto Velho.

O juiz Dimis considerou pedido do Ministério Público Federal e determinou a transferência dos oito presos para o Hotel de Trânsito dos Oficiais do Comando da Aeronáutica, que segundo a OAB detém de instalações condignas.

No começo da semana a Justiça Federal prorrogou por mais cinco dias as prisões temporárias dos acusados. Estão presos por participação nos esquemas de falsificação descobertos pela Polícia Federal os advogados Alberto Diniz da Silveira, Ana Maria Silva de Araújo, Charlles Roney Barbosa de Oliveira, Elisiane de Lisieux Ferreira, Emilson Péricles Brasil, Felipe Conesuque, Flavio Eduardo Pires da Silva, Onindo Pires Araújo e Jorge Oswaldo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *