Marido joga água quente nas partes intimas da esposa; família diz que crime foi premeditado

A família da jovem Agerlândia Silva Miranda de 25 anos, acredita que o marido premeditou o crime. De acordo com informações, Jessé Saldanha Nogueira, colocou uma panela com água no fogo e, depois pediu para uma das filhas da vítima , ligar para a mãe.
A jovem, que estava no trabalho, foi em casa e, acabou sendo surpreendida pelo o marido, que jogou água quente nas partes intimas da esposa.
O caso, que chocou os moradores, aconteceu na semana passada em Sena Madureira.
O motivo, segundo uma tia da vítima, Jessé não aceitava o fim do relacionamento.

Agerlândia foi socorrida e encaminhada ao Hospital João Câncio Fernandes. Mas devido a gravidade, a jovem sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus, foi transferida para Rio Branco.
De acordo com o último boletim médico, o estado de saúde inspira cuidados.
Na segunda-feira (18) Jessé Saldanha, acompanhado de um advogado compareceu a delegacia.
Ele foi interrogado pelo o delegado Marcos Frank e, liberado.
No depoimento o marido disse, que foi agredido e, para se defender jogou água na companheira.
A vítima, ainda não prestou depoimento à Polícia Civil, por conta do estado de saúde. O delegado não descarta, ouvir Agerlândia em Rio Branco .
A família da jovem está revoltada e, pede que o caso não fique em pune. O fato aconteceu no dia 12 deste mês na residência do casal, bairro do Bosque, em Sena Madureira.
A três filhas da vítima, de 3, 10 e 14 anos presenciaram o crime. A mais nova de 3 , filha de Jessé, está traumatizada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *