Operação calvário: defesa de PMS impetra H.C.

Ecimáiro Carvalho-EcoacreTV

A justiça aceitou a denúncia contra os três policiais militares presos na operação calvário do ministério público estadual. A defesa dos PMS impetrou dois recursos pedindo a liberdade dos policiais.

Os policiais que estão presos no batalhão Ambiental. Foram denunciados pelo o crime de tortura, eles foram presos durante a operação calvário deflagrada pelo o Ministério Público Estadual no dia 25 do mês passado. Os militares são acusados de torturar um acusado de furtar a casa de um pm.

Consta na denúncia do M.P. que a vítima foi colocada em forma de crucifixo no assoalho da casa pelos os policiais. O crime aconteceu em maio deste ano no preventório. O terceiro PM envolvido no caso foi preso, na última terça-feira. Como o processo corre em segredo de justiça, os nomes não foram divulgados.

O advogado Wellington Silva, já apresentou dois recursos, pedindo a liberdade dos policiais. O argumento da defesa é que os policiais, não praticaram o crime. O habeas corpus será julgado no dia 29 deste mês.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *