Polícia Civil deflagra Operação Cérberos, em Sena Madureira

Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira, 18, a Polícia Civil deflagrou em Sena Madureira, no Vale do Yaco, a Operação Cérberos, tendo dado cumprimento a sete mandados de prisão e três de internação em desfavor de pessoas ligadas ao tráfico de droga no município.

A ação, coordenada pelo delegado Marcos Franck, acompanha um planejamento da Segurança Pública. Ao todo, a polícia deu cumprimento a nove mandados judiciais, culminando na prisão de seis adultos e na apreensão de três menores acusados de envolvimento com organização criminosa.

Além das prisões, foram apreendidos objetos como arma de fogo, munição, cocaína e maconha, balança de precisão e celulares. Os ativos criminais apreendidos na operação serão submetidos à perícia técnica.

“Estamos desenvolvendo ações perenes de combate à criminalidade em Sena Madureira e em seu entorno. De forma simultânea, também ocorrem operações policiais em Cruzeiro do Sul, Brasileia, Epitaciolândia, Plácido de Castro e Rio Branco”, observou o secretário de Estado de Segurança Emylson Farias, durante a operação.

Farias destacou o comprometimento das forças policiais na defesa da sociedade e lembrou que a partir desta sexta-feira, 18, a Polícia Militar ampliou o controle nas pontes de acesso à Bolívia, nas regionais do Alto e Baixo Acre.

“As investigações continuam e acreditamos que mais pessoas envolvidas com a criminalidade sejam tiradas de circulação. Todo o material apreendido será submetido à perícia”, destacou o delegado Marcos Franck.

O nome da operação, Cérberos, é uma expressão da mitologia grega que significa cão de guarda de três cabeças e que, mesmo quando dorme, está com os olhos abertos – um verdadeiro sentinela e vigilante.

Carlos Flávio, secretário de Estado de Polícia Civil, destacou que a operação envolveu 60 policiais e atacou membros de uma organização criminosa que agia na prática de roubo, tráfico, assaltos e homicídios no Acre.

Sandro de Brito/ Assessoria Sepc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *