Publicado em 4 de setembro de 2013

Polícia Civil prende camelôs acusados de golpe do cartão trocado

Nilton Cesár e Marcelo CamelôOs ambulantes Marcelo dos Santos Evangelista (27) e Nilton César Conceição da Silva (42), o Índio, foram presos na tarde de terça-feira, 3, por investigadores da 1ª Regional da Polícia Civil, a acusados de aplicarem o “golpe do cartão trocado”. Os criminosos dissimulando-se cliente do banco ficavam na fila do caixa eletrônico e ofereciam ajuda à pessoas que apresentavam dificuldades em operar a máquina.

Três vítimas já foram identificadas pela polícia. De acordo com o delegado Adriano Moraes, que preside a investigação, Marcelo Evangelista e Nilton César agiam em várias agências bancárias, no centro de Rio Branco, além de terminais de autoatendimento em supermercados de onde retiravam dinheiro dos correntistas. Os saques eram efetuados de acordo a disponibilidade de cada conta.

As vítimas preferidas dos criminosos, segundo a polícia, eram idosos e pessoas que não sabem ler. “Eles às abordavam simulando ensinar como operar o caixa eletrônico e memorizavam a senha digitada pela vítima. Em seguida retiravam rapidamente o cartão, trocando-o por outro da mesma agência. A troca de cartões só é percebida tempos depois e, nesse intervalo, os estelionatários efetuavam saques na conta corrente da pessoa lesada”, observa o delegado.

COMO EVITAR – Conforme o delegado Adriano Moraes, é importante que o cliente nunca peça ou aceite ajuda de desconhecidos que se encontram junto aos caixas eletrônicos. Caso tenha dificuldades em realizar a operação, chame um funcionário do banco e observe sempre, após encerrar a operação, se o cartão que tem em mãos de fato é o seu.

Marcelo Evangelista possui passagem na polícia por furto, violência doméstica, prática de jogo de azar e estelionato. Nilton Cesar também tem passagem por estelionato e furto. Os dois já foram recolhidos ao presídio do Estado onde vão aguardar pronunciamento da Justiça.

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)