Publicado em 10 de setembro de 2013

Polícia Civil revela detalhes do planejamento do roubo que resultou na morte de assaltante e policial

As imagens da câmera de segurança mostram que o segundo assaltante ainda se dirigiu até a frente da loja, mas quando ouviu os disparos fugiu. Fabriny da Silva Nogueira, de 27 anos,  o “Pit Bull”,  conforme o planejamento também iria entrar na loja.

fabriny, pitbull, assalto city lar 2Ele participaria do roubo no segundo momento. O criminoso tinha como missão render o gerente da empresa. Durante o interrogatório ao delegado Alcino Ferreira Junior, Pit Bull, que foi preso na tarde de segunda-feira por investigadores da DIC, confessou sua participação no assalto.

A investigação policial revelou também, que Jéferson Araújo da Silva, de 18 anos, e Fabriny se conheceram um dia antes do assalto a city lar. A arma utilizada por Jéferson Araújo foi resgatada numa boca de fumo por R$ 400 reais.

A confirmação foi feita pelo acusado Pit Bull ao delegado Alcino Ferreira Junior. O delegado revelou ainda que Pit Bull passou por três casas diferentes antes de ser preso.

Fabriny da Silva Nogueira, que tinha passagem por sequestro, roubo, porte ilegal de arma de fogo e a ameaça, vai responder também por latrocínio – assalto seguido de morte.

A dupla de criminosa tinha a informação que dentro do cofre da empresa tinha R$ 25 mil reais. Pit Bull iria entrar para render o gerente e forçá-lo a abrir o cofre. Jefersson tinha a missão de render funcionários e clientes.

(Ecimáiro Carvalho)

 

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)