Polícia prende bando que causava terror em Acrelândia

 policia civilA Polícia Civil do Estado do Acre, através da Delegacia-Geral de Acrelândia, distante 122 quilômetros de Rio Branco, em ação conjunta com a Polícia Militar do município, prendeu Edson Brana Damasceno, Baby-doll, 22, Sebastião Felix do Nascimento, o Sabotagem, 23, Paulo Sérgio Souza de Lima, o Bola, e apreendeu um menor de 16 anos, em flagrante na quinta-feira, 24, por homicídio.

A ação se deu após o assassinato de um adolescente, que seria ‘avião do tráfico’ ocorrido na quarta-feira, 23, nas imediações do Ramal Bengala. O quarteto, segundo a polícia, espalhava terror na zona central da cidade, esfaqueado, atirando e praticando assaltos. “Estes indivíduos viviam aterrorizando os moradores na região da praça central, sede do município”, observa o delegado José Barbosa de Moraes, responsável pela elaboração do flagrante.

Os acuados foram autuados pelos delitos de homicídio e porte ilegal de arma de fogo com numeração suprimida. Segundo informações policiais, a vítima fatal é Gledson da Conceição, que seria ‘avião do tráfico’ de um ponto de venda de droga comandado por Paulo Sérgio, mas teria traído a confiança do traficante. Revoltado, este contratou Baby-doll para matá-lo.

Baby-doll, conforme o apuratório da polícia, chamou um menor, contumaz em furto na cidade, para ajudá-lo na morte. Foi o adolescente que atirou na vítima. Mesmo caída ao chão ela recebeu de baby-doll três facadas, morrendo instantaneamente.

Baby-doll, Paulo Sérgio e Sabotagem, são ex-presidiários do sistema prisional do Acre, onde cumpriram pena por porte ilegal de arma de fogo, receptação e tráfico de droga. “Ambos são possuidores de ficha criminal extensa, agora contando também com homicídio”, sublinhou José Barbosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *