Por não aceitar a separação, homem mata esposa a pauladas e depois comete suicídio

foto 3 (8)

Um crime brutal chocou os moradores da pacata cidade de Plácido de Castro, distante a 98 km de Rio Branco. O casal, que estava se separando, acabou junto no mesmo dia no Instituto Médico Legal (IML).

 

Beto Moreira de Oliveira, de 34 anos, não aceitava a separação. Depois de uma forte discussão, matou a esposa a pauladas enquanto ela estava deitada na cama. Mas a tragédia não estava perto do fim. Depois de assassinar a companheira de 25 anos de idade, com quem teve quatro filhos, Beto correu na casa da mãe e pegou uma corda.

 

Nos fundos da residência, ele se enforcou ao pular de um pé de caju. Cena que dificilmente vai sair da memória de seus familiares.

foto 4 (9)Segundo relatos de familiares, as brigas entre o casal eram constantes. Para se libertar das agressões e ter um pouco de paz para criar os filhos, Valdirene Oliveira Costa veio morar em Rio Branco com as crianças, e só voltou ao município para buscar alguns documentos quando foi surpreendida pelo marido.

O crime aconteceu por volta das 8 horas da manhã. O corpo dependurado só foi retirado com a chegada dos peritos do IML.

O irmão da jovem brutalmente assassina, Francisco Oliveira, estava inconformado e disse que vai esperar a justiça divina.

foto 2 (8)

foto 1 (11)
Cama do casal onde Valdirene foi assassinada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *