Quatro suspeitos de assassinar taxista foram presos pela polícia de Boca do Acre

Pelo menos quatro pessoas participaram da execução do taxista. Os acusados foram presos às 10 horas da noite de quarta-feira, na BR -317, a 38 quilômetros de Boca do Acre.

A quadrilha foi abordada durante uma barreira da polícia do Amazonas. Segundo a polícia, o quarteto era liderado pelo ex-presidiário Francisco de Souza Oliveira, de 19 anos.

Chico como é conhecido é dono de uma extensa ficha criminal. Ele tem cinco passagens por furto qualificado, quatro por dano, duas por assalto e receptação e uma por lesão corporal, fato ocorrido domingo passado aqui em Rio Branco.

Na ação policial foram presos também um adolescente de 16 anos, ex-interno da pousada, o ex-presidiario Auricicélio Botoza do Nascimento, de 23 anos, e Ariel Mário Acácio de Menezes, que tem passagens por lesão corporal.

Ariel, segundo a polícia, foi quem fez a ligação para o taxista na tarde de terça-feira. Wanderley Cardoso de Almeida, de 34 anos, foi assassinado com dois tiros na cabeça.

O crime pode ter ocorrido na noite de terça-feira. O corpo de Wanderley foi encontrado na noite de quarta-feira no km 49 da Estrada de Porto Acre. O carro do taxista foi localizado no km 70 da Br-317.

A suspeita da polícia e que a quadrilha matou o taxista para ficar com o carro. O veículo seria utilizado num assalto ao município de Boca do Acre.

(Ecimáiro Carvalho)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *