Publicado em 17 de agosto de 2017

Segurança Pública do Acre adota sistema de compartilhamento de dados nacional

Como forma de modernização no gerenciamento e tratamento das informações policiais, a Segurança Pública do Acre, por meio da Secretaria de Polícia Civil, realizou um treinamento para delegados, escrivães e agentes de polícia, que irão trabalhar no Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública/ Procedimento Policial Eletrônico (Sinesp/ PPE).
Durante três dias, cerca de 30 profissionais, receberam uma capacitação de técnicos da Secretaria Nacional de Segurança Pública, para conhecer e aprender a operacionalizar o sistema Sinesp/ PPE que será implantado no Acre.
A nova ferramenta será integrada à base nacional da segurança pública, e trará outros aplicativos para análises de estatísticas, como explica o corregedor-geral da Polícia Civil, Alex Cavalcante.
“O sistema consiste realizar procedimentos policiais por meio de um equipamento eletrônico, desde a fase do registro, até a elaboração dos procedimentos subsequentes, bem como: inquéritos policiais, autos de prisões em flagrante, procedimentos relacionados ao adolescente infrator, com isso, se ganha a instituição e a população, pois aumenta a resolutividade em tempo e resposta cada caso registrado”, declarou  Alex Cavalcante.
Cavalcante ressalta ainda que essa ferramenta possibilita o compartilhamento de dados e informações entre as polícias, em nível nacional, pois essa base de dados será integrada, por exemplo, um agente de polícia do Acre poderá consultar um boletim de ocorrência de outro estado.
De acordo com o técnico da Secretaria Nacional de Segurança Pública e instrutor do Sinesp/ PPE, Erival Melo, o sistema PPE permitirá que o policial gere estatísticas em tempo real, e tenha maior confiabilidade nos dados, pois a ferramenta proporcionará uma melhor visão das causas da criminalidade podendo ajudar na adoção de políticas públicas de segurança.
“Atualmente esse sistema já funciona nos estados de Roraima, Amapá, Maranhão, Piauí, Sergipe, Rio Grande do Norte e Tocantins. O sistema é desenvolvido pelo Serviço de Procedimento de Dados Federais do Ministério da Justiça e Segurança Pública”, explicou Erival Melo.
Sinesp já funciona em várias delegacias do Estado
Atualmente o Sinesp, que é um registro de ocorrências policiais, está funcionando na capital e nas regiões do Alto e Baixo Acre, com previsões para serem implantadas no Vale do Juruá, como explica o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias.
“Esse sistema foi implantado no início deste ano, e veio com a proposta de aperfeiçoar os dados, sem ter a necessidade de registros feitos em papéis, pois todas as ocorrências ficam em um banco de dados do Sinesp, agora com essa extensão para o PPE, teremos uma segurança pública trabalhando com troca de informações e dados, fazendo com que seja mais célere e preciso o trabalho das forças de segurança”, informou Farias.
Que sistema é esse?
O Sinesp é um instrumento de informações integradas que tem como principal objetivo subsidiar a realização de diagnósticos sobre criminalidade, formular e avaliar políticas públicas e promover a integração nacional de dados.
Marcelo Torres/ Assessoria Sesp

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)