Governo abre programação do Campus do Agronegócio na Expoacre

Solenidade reuniu produtores no Parque de Exposições (Foto: Angela Peres/Secom)

Reunindo as experiências e tecnologias do setor produtivo, o Campus do Agronegócio, gerido pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura e Pecuária (Seap), em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e outros parceiros, vai funcionar no período do dia durante a Expoacre 2017.

Nesta segunda-feira, 24, as instituições, reunidas no espaço, deram início à programação, promovida diariamente das 8 às 18 horas, até o próximo sábado, 29.

O local funciona com uma dinâmica diferenciada de atendimento ao público, incluindo visitações de produtores e empresários rurais.

No campus, foram cultivadas inúmeras cadeias produtivas, fomentadas pela Seap e são ofertados cursos, palestras e outros eventos técnicos, tendo como público produtores, extensionistas, estudantes e profissionais das áreas agropecuárias e florestal.

“Este espaço é a tradução de conhecimento e negócios. Estamos trazendo produtores de vários municípios do Acre, que precisam conhecer tecnologia e empreender no setor agrícola e, aqui é o cenário ideal. Já ofertamos um curso de tratorista e tantos outros serão realizados”, salientou o secretário de Agricultura e Pecuária, José Carlos Reis.

Os investimentos do Estado no fomento produtivo do Acre têm resultado no crescimento do setor e qualidade de vida dos agricultores. José Petelin Rodrigues, 62 anos, destaca o apoio recebido.

“Sou de São Paulo, estou no Acre há 10 anos, e desconheço um governo que destine um apoio para agricultura como é aqui. A vida do agricultor acreano melhorou e mudou muito, graças essa parceria. Recentemente realizei um trabalho de silagem na minha propriedade, recebendo todo o apoio da Seap”, frisou o agricultor.

Vitrine de todo o potencial e conquistas do governo no setor do agronegócio, o Campus apresenta, principalmente, as cadeias produtivas, como a safra recorde de milho este ano, um investimento de R$ 2 milhões na produção da macaxeira, as conquistas e avanços da pecuária, além de novidades no manejo sustentável e um intenso programa de mecanização agrícola em todo o Acre.

Na consolidação do espaço, o Estado conta ainda com o apoio das Secretarias de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), Desenvolvimento da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens), Instituto Federal do Acre (Ifac), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Também apoiam o evento os Bancos da Amazônia, do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Crédito agrícola

Durante a solenidade, foi assinada pelo Banco da Amazônia, Seap e produtores a liberação de créditos agrícolas, para quatro propriedades, totalizando um investimento no setor agrícola de mais de R$ 10 milhões.

O Banco do Brasil e a Seap também oficializaram um convênio para promoção de assistência técnica e realização de projetos rurais.

“Há duas semanas, nós lançamos o Plano Safra no Acre, e a grande novidade é que estamos disponibilizando 30% a mais, neste ano, do que o que foi assegurado no ano passado. Nós teremos uma equipe permanente no Campus do Agronegócio prestando consultoria técnica aos produtores”, salientou Paulo Amaral, superintendente do BB no Acre.

Agência de Notícias do Acre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *