Publicado em 5 de dezembro de 2012

Combate à violência em Tarauacá: A partir de janeiro será enviado mais um delegado ao município

A cúpula de segurança pública do Acre se reuniu nesta terça-feira, 04, para tratar de focos isolados na mancha criminal, em Tarauacá (400 quilômetros da capital).

Participaram do evento os secretários Emylson Farias (Polícia Civil), Ildo Reni Graebner (SESP), o comandante-geral da PM coronel José Anastácio, o delegado Vanderlei Thomas (capital e interior), a promotora de justiça Nicole Gonzales, a juíza de direito Joelma Ribeiro Nogueira, o delegado Samuel Mendes, além do major Luiz Gonzaga, comandante da PM local.

Ao todo foram três reuniões, sendo uma na delegacia-geral da Polícia Civil, outra na Câmara municipal e no Fórum da cidade. Na unidade policial foi explicado que somente no último final de semana 15 flagrantes foram lavrados, como consequência da atividade das forças policiais.

Entre os procedimentos constam tráfico de drogas, furtos e homicídio. O delegado Samuel Mendes disse na ocasião, que os inquéritos instaurados para apurar os assassinatos ocorridos naquela cidade já foram relatados e encaminhados à justiça para providências.

“Sensível aos problemas de segurança pública e visando o bem estar da população, o governo do Estado trata o assunto com firmeza e responsabilidade” observou o secretário da polícia Emylson Farias. Ele assegurou que a partir de janeiro de 2013 a Secretaria de Polícia estará enviando mais um delegado para reforçar as ações na regional de Tarauacá.

O delegado-geral disse que estuda a viabilidade para destinar novos agentes de polícia ao município. “Estamos com um concurso em execução, isso vai ajustar o quadro do nosso efetivo”, destacou.

José Anastácio (comandante da PM) defendeu as ações integradas das forças policias e prometeu, se entender necessário, enviar uma equipe do Bope para atuar na cidade a exemplo do que ocorreu na semana passada.

O coronel afirmou que uma base móvel da Polícia Militar será, deslocada de um batalhão da capital para atuar no bairro da Praia. “Isso vai permitir uma melhor vigilância, especialmente na madrugada”, salientou.

“O governo esta buscando soluções a curto, médio e longo prazo. Todo nosso esforço é para alcançarmos este objetivo”, enfatizou o secretário de segurança Ildo Reni Graebner.

O secretário lembrou que o policiamento na cidade de Tarauacá será reforçado diariamente a partir das 18 horas, todos os dias. Propôs uma maior fiscalização em bares e similares, para diminuir o consumo de bebida alcoólica, visto que, levantamentos da polícia sugerem que em 90% dos crimes contra a vida, registrados em Tarauacá, ficou constatado que agressores tinham consumido álcool.

Reni Graebner replicou durante reunião no Fórum com a juíza Joelma Ribeiro e com a promotora Nicole Gonzales, a importância do trabalho integrado. “Nossa proposta é manter estreita relação, entre os poderes constituídos para um enfrentamento forte a criminalidade”, justificou.

O trabalho do delegado e Samuel e do major Gonzaga foi elogiado pelos vereadores do município que participaram da reunião com a cúpula de segurança. Todos reconheceram o esforço do Estado para desenvolver soluções na área de segurança.

(Assessoria Polícia Civil)

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)