Forças de Segurança divulgam nota de esclarecimento sobre caso de policial civil baleado

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), através da Polícia Militar do Acre (PMAC) e a Secretaria de Estado de Polícia Civil (SEPC), vem por meio desta, esclarecer sobre o fato ocorrido na noite de sábado 16, envolvendo policiais das duas instituições, em uma tentativa de assalto ocorrida em frente a pista de testes do Departamento de Trânsito, localizada no bairro Estação Experimental, em Rio Branco.

Antes de qualquer esclarecimento, tanto o comandante geral da Polícia Militar, Coronel Mário César, quanto o Secretário de Polícia Civil Rêmulo Diniz, lamentam profundamente o ocorrido e externam o compromisso de prestar toda e qualquer assistência necessária, ao policial civil Juscelino Oliveira Rodrigues de Queirós, que por fatalidade, acabou sendo baleado durante a tentativa de assalto.

O estado de saúde do policial ainda é grave, porém foi estabilizado após passar por cirurgia, logo ao dar entrada no hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb). Em um ato de solidariedade e respeito ao colega, que também já foi policial militar, as duas instituições promovem um multirão de doações de sangue, na manhã deste domingo 17, no prédio do Hemocentro do Acre (Hemoacre).

Sobre o fato narrado por testemunhas oculares e detalhado oficialmente em um Boletim de Ocorrência (BO), o documento informa que o Juscelino Queiroz estaria jantando em um restaurante, quando foi alertado da tentativa de assalto a ocupantes de um veículo e ao se aproximar teria sido confundido por um policial militar aposentado, como um dos integrantes do grupo. Ele acabou sendo ferido por disparos de arma de fogo e logo ao ser identificado foi socorrido por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel Urgência (Samu), e conduzido imediatamente ao Pronto Socorro para atendimento. O policial militar foi encaminhado à delegacia para prestar os devidos esclarecimentos.

O Comandante Geral da Polícia Militar Mário César, informa que o fato está sendo apurado pela Corregedoria da instituição, lamenta o ocorrido e se coloca a disposição para ajudar.

“Nós lamentamos muito o que aconteceu. Tanto o militar quando o policial civil, que também já foi militar, são ótimos profissionais e ficamos muito tristes por esse incidente. Esperamos que o rapaz se recupere o mais breve possível e além de doar sangue, vou estar acompanhando de perto. Assim que ele puder, já vou estar fazendo uma visita. Ontem mesmo liguei para o secretário Remulo Diniz e me coloquei a disposição para o que for necessário”, disse o comandante da PM.

O Secretário de Polícia Civil, Remulo Diniz por sua vez informa que todos os procedimentos cabíveis ao fato estão sendo realizados pelas duas instituições.

“O confronto se deu na ânsia de proteger um cidadão de bem que estava sendo assaltado. Foi uma fatalidade, infelizmente temos um policial ferido, mas, estamos recebendo todo o apoio da Polícia Militar, o Coronel Mário César me ligou ainda ontem e instauramos nas duas instituições procedimentos para apurar o ocorrido, além de também buscarmos prender os assaltantes que conseguiram fugir da situação. Esperemos que o companheiro se recupere o mais rápido possível e para isso faremos o que estiver ao nosso alcance “, finalizou Diniz.

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), a Polícia Militar do Acre e a Secretaria de Estado de Polícia Civil se colocam a disposição de todos para qualquer demais esclarecimentos.

Atenciosamente

__

Paulo Cézar Rocha dos Santos
Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública

Mário César Souza de Freitas
Comandante Geral da Polícia Militar do Acre

Rêmullo César Pereira de Carvalho Diniz
Secretário de Estado de Polícia Civil do Acre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *