JUSTIÇA ACEITA DENÚNCIA CONTRA ACUSADOS DE ASSASSINAR SARGENTO DO EXÉRCITO

De acusados, os envolvidos no crime, passaram para a condição de réus.  A decisão foi do juiz da primeira vara do Tribunal do Júri, que aceitou a denúncia oferecida pelo o Ministério Publico Estadual.

Thiago Alves Barbosa, Witalo Carvalho da Costa, Jairo França da Silva e Valdinei de Freitas, foram apontados por uma investigação da Delegacia de Homicídios pela a morte do sargento aposentado do Exército João Evangelista Barbosa de Souza, que tinha 58 anos.

O  assassinado, aconteceu  no dia 27 de agosto do ano passado,  no interior da casa do militar, localizada na Rua Dom Joao XI, região do Carandá.

João Evangelista  foi   morto a golpes de faca. –A investigação da DHPP, apontou que os autores do crime, suspeitaram que o militar, repassava informações à polícia de membros de uma facção criminosa, que atua na região.

         Thiago Alves Barbosa, Witalo Carvalho da Costa, Jairo França da Silva e Valdinei Lima de Freitas,  foram presos no dia 28 de setembro do ano passado, durante uma ação da DHPP comandada pelo o delegado Rêmullo Diniz.

O próximo passo da ação penal é a audiência de instrução e julgamento.

A justiça, depende agora da defesa prévia de dois acusados, já que os advogados renunciaram. Mas um defensor publico foi nomeado para acompanha-los durante o processo.

        

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *