Segurança aperta o cerco a ladrões de carro, dez são presos e cinco carros recuperados em 10 dias

IMG_2595 IMG_2594 IMG_2598Quatro pessoas acusadas de envolvimento com roubo de carros em Rio Branco foram presas na noite de terça-feira, 16, durante ação articulada das polícias Militar e Civil. A importância do trabalho das forças de segurança permitiu que Brendo Vieira dos Santos, 19, Lucas Figueiredo de Melo, 20, Michel Maycon Douglas Pereira do Nascimento, 18, e um adolescente de 17 anos fossem capturados em flagrante.

Os suspeitos foram pegos na noite da última terça-feira, 16, após assaltar uma família no bairro Wanderlei Dantas. Os criminosos mantiveram as vítimas refém e reagiram à abordagem da polícia. Na tentativa de furar o cerco policial, bateram contra um poste da rede elétrica, no Conjunto Tropical, causando apagão em cinco bairros da capital.

Segundo o diretor do Departamento de Inteligência da Polícia Civil, delegado Alcino Júnior, nos últimos 10 dias, 10 pessoas foram presas, por envolvimento com o roubo de carro em Rio Branco. “Cinco veículos recuperados e cinco armas de fogo apreendidas nesse período”, observa.

O diretor disse ainda que as ações fazem parte da (Operação Fronteira Cerradas), deflagrada pela Secretaria de Segurança Pública, em cooperação com Bolívia, que há cerca de 20 dias está estrangulando as rotas de fugas na faixa de fronteira entre os dois países. Ação, que segundo ele, é fortalecida pela união perene entre Polícia Militar e Polícia Civil.

De acordo com o tenente Josimar Farias, do Batalhão de Operações Especiais (Bope), o sucesso da operação aconteceu graças à integração, que fez com que as saídas da cidade fossem bloqueadas.

“Quando aconteceu o roubo, a Delegacia Antiassalto da Policia Civil, nos subsidiou com as informações necessárias para fazermos o combate, inclusive indicando o local do cativeiro. Libertamos os reféns, fizemos a apreensão do material roubado, com exceção de um aparelho de TV. Uma quinta pessoa que deu cobertura aos ladrões, já foi identificada” disse o oficial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *