Publicado em 6 de dezembro de 2017

Empresários e representantes se reúnem na FIEAC para discutir sobre exportações e as parcerias com países vizinhos.

Por: Ronaldo Guerra.

Criado em 2013 com o objetivo de ampliar as parcerias comerciais com os países vizinhos, representantes de órgãos e instituições que fazem parte do comitê da cultura exportadora, se reuniram para avaliar as ações executadas no decorrer de 2017, com foco no planejamento para o ano subsequente, tendo como alvo, a impulsão do comércio exterior, sobretudo com as nações andinas

O SEBRAE está inserido entre as instituições que compõem esse comitê, de acordo com a diretora técnica, Sídia Gomes, o papel do órgão é incentivar os micro e pequenos empresários a investir nos produtos que tem potencial para exportação, primando sempre pela qualidade, quesito básico para expandir mercado.

Membro do ministério do comércio exterior e turismo do peru, Victor Hugo Rondon, lembra que as transações comerciais com o acre estão numa fase bem adiantada exatamente por que o estado tem ofertado ao mercado peruano produtos de qualidade.  A recíproca é a mesma/ as exportações peruanas cresceram 22%.

Nesse tipo de negócio são avaliados uma série de fatores: legislação, condições alfandegárias, malha viária e plano de exportações. A balança que havia encolhido em 2.013 e 2.014 cresceu nos dois últimos anos, essas reuniões de acordo com José Adriano, presidente da FIEAC, servem para ajustar as ações. Os principais produtos de exportações do acre são: carne bovina, madeira e castanha.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)