Publicado em 16 de julho de 2017

Fim do sonho, Estrelão só empata com o MAC

Bem postado na defesa, o MAC dificultou muito a vida do ataque do Rio Branco. Foto/Manoel Façanha

Diante de 684 pagantes e renda de R$ 11 mil, o Rio Branco não passou de um empate na tarde de ontem (16), no estádio Florestão, diante do Maranhão por 1 a 1. O resultado eliminou o time acreano para a sequência da competição nacional, pois no jogo da ida, em São Luís-MA, o MAC havia vencido O Estrelão pelo placar de 2 a 0.

Com a eliminação, o Rio Branco fecha suas atividades do departamento de futebol profissional. O clube retorna a campo somente na próxima temporada para as disputas das copas Verde e Brasil, assim como estadual e Série D. Já o MAC segue no torneio e terá como próximo adversário o Santos-AP.

Jogo

Necessitando vencer por mais de dois gols de diferença para avançar na competição, o Rio Branco entrou em campo com uma formação bem ofensiva, formada por Ancelmo, Gustavo Xuxa, Sandro e Paulão.

O primeiro lance de perigo saiu ainda nos primeiros minutos jogo Araújo Jordão desviou cruzamento, mas Rodrigo Ramos, bem colocado, fez ótima defesa;

O Rio Branco era bem melhor e, numa bola parada do lateral esquerdo Adriano Chuva, a bola acabou explodindo no travessão do MAC.

Numa outra bola cruzada na área do MAC, o atacante Araújo escorou para o gol, mas o arqueiro Rodrigo Ramos fez boa defesa.

O MAC demorou a chegar ao gol do Rio Branco, mas quando chegou levou perigo em duas oportunidades. A primeira delas num chutaço de Chico Bala para a ótima defesa do arqueiro Omar. Um minuto depois, aos 31 minutos, foi à vez de Adauto arriscar o chute, com a bola assustando o gol estrelado.

Refeito do susto, o Rio Branco quase marcou num bom chute do lateral Rodolfo, mas Rodrigo Ramos fez ótima defesa, aos 33 minutos.

Dez minutos depois, numa jogada de velocidade, Matheus Nego recebeu na cara de Rodrigo Ramos e fez a finalização, mas o arqueiro do MAC fez ótima defesa a ‘queima-roupa’.

No último giro do ponteiro do relógio, meia Adriano arriscou o chute de fora da área. A bola viajou e encontrou a rede do goleiro Rodrigo Ramos. Festa no Florestão!

Empate e eliminação

Na busca de mais um gol para levar a decisão da vaga para as cobranças de penalidades, o Rio Branco começou no ataque. Numa bola trabalhada, o meia-atacante Gustavo Xuxa teve a chance de ampliar o marcador, mas a bola passou rende a trave do MAC.

Com o adversário fechado, o Rio Branco continuou a pressão e quase fez o segundo com o atacante Paulão, mas Rodrigo Ramos, o homem do jogo, mandou para escanteio.

Numa falha do setor de defesa do MAC, o Rio Branco chegou novamente com perigo. Gustavo Xuxa chutou com violência. O goleiro Rodrigo salvou parcialmente o lance e, na sobra de bola, o meia-atacante Sandro isolou a redondinha.

Com algumas modificações, entre elas a saída de Sandro, o time estrelado perdeu força. O MAC, bem fechado, chegou ao empate numa jogada de velocidade, após penalidade de Carlos Alexandre em cima de Gileard. Naôh cobrou bem e deixou tudo igual e silenciou o Florestão: 1 a 1.

Gol do MAC abalou o muito o time estrelado que não teve forças para reagir na partida (precisava de três gols para avançar no torneio) e quase ainda levou o segundo, após novo contragolpe puxado por Gileard, esse finalizando o lance, mas o goleiro Omar salvou com as pontas dos dedos.

Manoel Façanha – Acea Esportes

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)