Publicado em 7 de dezembro de 2017

Ilson Nascimento “Homem que nunca soube dizer não”

 

Ilson Nascimento era um dos profissionais do rádio jornalismo mais respeitados do Estado. Ele trabalhava na Rádio Difusora Acreana onde permaneceu por mais de 35 anos. Nos deixou…

Era exatamente 18h50 desta quarta-feira, dia 5 de dezembro que recebi a notícia da morte de um dos poucos homens que conheci que não sabia dizer não.   Uma triste notícia foi divulgada sobre o colega de tantos anos no jornalismo acreano.

O jornalista Ilson Nascimento, 67 anos. Ele tentava recuperar-se de uma parada cardiorrespiratória que sofreu há cerca de dois meses enquanto fazia tratamento de hemodiálise na sua luta contra uma doença silenciosa que atingiu seus rins e o deixou bastante debilitado, mesmo assim Ilson nunca desistiu de viver, mas, sempre dizendo sim.

Sim para dizer não

Ilson Nascimento era simples, fácil de lidar, daquelas pessoas que encontramos uma vez na vida, mesmo durante as dificuldades ele sempre buscava força para animar os familiares e colegas.

Homem que sempre disse “sim” para todos

Por isso digo a vocês; Ilson Nascimento era o homem que nunca dizia não, se um colega estava necessitando de dinheiro e pedia a ele, mesmo não tendo ele dizia sim “passe aqui daqui a pouco”. Ele pegava emprestado e arrumava ao colega. Quando tinha era na hora….se um colega ou amigo necessitava de ajuda para fazer uma tarefa e não tinha como ir, lá estava Ilson Nascimento “maninha” pronto para ajudar. Vi muitas vezes ele deixar de cumprir os compromissos dele para cumprir os dos outros. Quantas vezes Ilson, ajudava uma pessoa que chegava na rádio Difusora, pedindo um prato de comida, uma passagem de ônibus ou um simples copo d’água.

Ele sempre dizia sim, sim para a família, sim para os amigos, sim para os colegas de trabalho, sim para quem conhecia e sim para quem ele nem conhecia, sim para o amor e sim par a amizade. Ilson Nascimento disse sim até mesmo na hora em que nosso criador o chamou para ir morar com ele lá no céu, demorou um pouco para ele ir, já que ele ficou internado quase 60 dias, isso porque; ele tinha dito muitos sims aqui, disse a dona Jorgete sua esposa, a seus filhos, netos e amigos, então; Deus disse sim para que ele ficasse um pouco mais aqui. Mas, a hora chegou e Ilson nos deixou. Que vá em paz, sabendo que aqui só deixou amigos e muita saudades, pouco tempo que se foi e já sentimos a sua falta entre nos.

Saudade eterna

Convivi com Ilson nascimento na redação da Difusora Acreana por mais de 15 anos, nunca o vi perder a calma, nunca um grito seu ecoou pela redação, nunca o vi dizer um não. Ilson Nascimento só deixou amigos que sentirão muitas saudades de um único e verdadeiro amigo que sempre fez o bem e espalhou amor entre todos aqueles que convieram com ele, vá em paz meu amigo, um dia quem sabe nos encontraremos.

Junior Cesar

 

 

 

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)